Amizade

A amizade transcende o uso das palavras amiga e amigo.

Ela vai além de sentimentos de afinidade.

Seu significado é puro, verdadeiro, inocente, companheiro, está ligado à fidelidade, ao amor por outra pessoa que ultrapassa laços de sangue.

Ser amigo não é curtir bons momentos, é também curtir os bons momentos.

É ser suporte, fonte de segurança, de confiança.

Ser amigo é saber entender, compreender, é oferecer ajuda mesmo quando esta não foi pedida.

É perceber nos olhos do outro a necessidade de uma simples conversa, um desabafo, um ombro para um choro contido, guardado.

Ser amigo é levar o outro para cima.

Mostrar ao outro o que ele tem de melhor, ajudá-lo a melhorar no que tem de pior, e sempre estar disposto a oferecer a palavra amiga, o sorriso amigo, a atitude amiga, o olhar amigo.

Na amizade não existe intrigas, fofocas, desrespeito, insultos.

A amizade não é ter uma cara metade, não é ser igual, é discordar, discutir, é respeitar o ponto de vista do outro, é respeitar o outro.

Ela não precisa estar presente fisicamente, ela esta sempre no coração, nas lembranças, na cabeça, na alma.

A amizade é a relação mais bonita que temos com o outro.

Relações de pai e filho, de namorado e namorada, marido e mulher, de irmãos, não existem sem a amizade presente.

É um elemento conector, fundamental, sobrenatural.

Ela vai além da distância, além do tempo, além da morte.

Ser amigo é ser honesto um com o outro, e mesmo depois da briga, saber desculpar e ser desculpado.

A amizade supera qualquer obstáculo, qualquer barreira.

Amigo não é aquele que diz _ Isso se vinga!

É aquele que aconselha _ Deixa isso para lá, as coisas melhoram e eu estarei aqui com você!

Não precisamos que todos gostem da gente, nem que sejamos amigos de todos.

Somos diferentes, pensamos diferentes, agimos diferentes, mas não quer dizer que não podemos nos relacionar bem com o próximo.

E para ser sincero, qualquer relação onde haja inveja, intriga, fofoca, desconfiança, falta de respeito, deve ser banida da sua vida.

Aprenda a valorizar as amizades e respeitar o próximo mesmo que este não seja seu amigo, ele, ela são humanos, são de verdade, e acima de qualquer atitude são dignos de do seu respeito.

Não julgue! Quem somos nós para julgar?

Não temos capacidade e nem gabarito para isso. Antes de criticar é fundamental olharmos para dentro e perceber o que somos de verdade, quais as conseqüências das nossas atitudes, será que no lugar dele (a) não faríamos o mesmo?

Será que nossas atitudes não provocaram tal reação?

Conserve no seu peito boas energias, bons sentimentos, fique feliz com a felicidade alheia, ame quando for amado, perdoe quando for sacaneado, abra um sorriso quando tudo estiver dando errado!

E acima de tudo, dê valor aquele amigo (a) que está ali, pensando em você, olhando você, cuidando e protegendo. Ele vale mais do que qualquer coisa, momentos passam, mas sentimentos perduram a eternidade.

Seja amigo (a), seja leal com o outro e a si mesmo.

A amizade não tem preço!

 

Andréia Homem

25/11/08 09:30

Jogo da Conquista

Quem nunca entrou nessa batalha?

Calcular cada palavra e atitude.

Pensar e repensar cada ação.

Observar e dar o bote.

A tarefa de conquistar certas pessoas pode ser árdua e dar muito trabalho.

Tem pessoas que são conquistáveis.

Tem outras que nem de longe.

Depois do primeiro beijo, o que fazer?

Ligo, não ligo…

Se ligar vai achar que estou sufocando…

Se eu demorar demais para dar sinal de vida vai procurar outra…

Vou mandar uma mensagem…

Não respondeu… já está ficando com outra!

Ligou, ele ligou!

Marcamos o segundo encontro… tenho que pensar a roupa…

Regra do segundo encontro… só comer e mais nada, estou falando de comida!

A coisa esquentou…

Testamos o respeito.. ele respeitou!

Mas sumiu… ele sumiu… por duas semanas!!!

Sabia.. ele não presta!!!

Qual mulher não passou por isso? E qual homem também não?

Foi bom o beijo… Quero mais… Vou ligar para ela!

Vou sumir… tenho minha vida… Não quero nada sério…

Mas hoje o dia esta tão propício para um programa de casal…

Vou ligar…

Marquei… essa se faz de difícil…

Calculamos cada movimento, e para quê?

Se temos vontade de ligar, temos que ligar!

Se temos vontade de ver, temos que ver!

Se temos vontade de beijar, temos que beijar!

Se temos vontade de transar, que ela seja maravilhosa!

Esse jogo da conquista é a maior furada que já vi. Nos privamos de demonstrar o que sentimos de verdade, de fazer o que nosso coração manda.

Temos medo do que os outros vão falar e pensar da gente.

Temos medo dos conselhos dos nossos amigos e dos amigos dele(a) também!

Somos censurados a todo instante, por nossos pais, irmãos, amigos, inimigos, e a pior das censuras, somos censurados pela nossa mente, e todo o tipo de influência externa que ela recebe.

É muito bom termos discernimento e não enganarmos o outro e a nós mesmos. Jogando limpo qualquer tipo de relação flui.

Por que você não conversa com a garota que o que você quer é sexo casual? Quem sabe ela não quer o mesmo.

Por que você não conta para ele que se amarra em ficar com ele, e não aguenta mais essas semanas sem se falar? Quem sabe ele também se amarra em ficar saindo com você, mas tem medo de dar o primeiro passo.

É claro que certas atitudes precipitadas assustam. Por isso usaremos o discernimento. É importante parar e pensar o que se quer de fato, e não agir por impulso, por impulso só é legal no momento, mas depois sua consciência não te perdôa.

Sejamos sinceros, o jogo da conquista é uma brincadeira com o outro e com o nosso coração. Nada é verdadeiro e quando conquistamos alguém dessa forma, ganhamos um relacionamento frágil, construído em cima de mentiras, falsas ações.

Ser você, agir como você age, pensar como você pensa, e não ter vergonha de demonstrar é o melhor passo para aproximar pessoas autênticas de você!

Andréia Homem

21:21 23/11/2008