Justo?

Sabe o que não é justo? As pessoas sempre cobrarem e esperarem o melhor de mim. Eu erro, eu já errei, e eu ainda vou errar muito, demais, pra caramba! Não estou revoltada, nem aconteceu nada de tão especial para eu falar isso. Mas parando para pensar percebi que a pressão que faço em mim é reflexo da pressão alheia, dos desejos projetados sobre mim. Sempre procuro ser a melhor no que faço, ser boa, correta, errar o menos possível, tomar as atitudes certas, e é assim que passo por cima dos meus sentimentos, e do que eu sou de verdade. A partir de agora vou tentar seguir meu coração, independente do que as pessoas julgarem ser o melhor para mim, até porque só eu sei o que me faz feliz de verdade, os motivos que me fazem rir, mesmo que seja por um momento, único, rápido e infinito. Eu deixo meus medos transparecerem e com isso aumento o poder do meio externo sobre mim. Vulnerável, acabo acreditando que o que é imposto é o melhor, e que eu estou errada, passando assim a me condenar pelos meus atos. Por que julgar? Por que me questionar se está certo ou não? Não quero mais brincar dessa brincadeira. Definitivamente não é nada justo eu brigar comigo porque eu gosto de algo ou alguém que é fora do padrão que julgaram ser o melhor para mim. Se me faz bem, eu quero.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Justo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s