Quando acontece

É incrível como determinados acontecimentos conseguem nos causar os mais variados sentimentos. Angústia, Felicidade, Alívio, Medo, Preocupação, Zelo, Amor, ou Raiva. Sua forma de acontecer surpreende o nosso ser, que reage sem pensar.

Não conseguimos entender o porquê desta reação, antes de lidar com a nova situação jurávamos agir de forma contrária, sentir o oposto. É uma surpresa esperada, que mesmo com toda a certeza de sua existência perdemos a razão quando com ela nos deparamos.

Tudo o que acontece tem propósito e seu tempo. “Uma folha não cai da árvore e pousa no chão sem o consentimento daquele que rege o universo”, uma vez ouvi. E foi ai que entendi muita coisa que entra, sai e permanece na minha vida.

Quantas vezes eu reclamei e me rebelei com o que tinha que enfrentar, afinal, fugia dos meus desejos e planos. E tantas quantas eu consegui enxergar que aquilo tinha sido o melhor. Sim, mesmo a contra-gosto fui agraciada pelo certo, pelo tempo que ensina e protege, mesmo quando nos expõe aos maiores riscos.

Hoje tenho dificuldade de entender o porquê meu pensamento e coração demonstram o que eu não quero demonstrar. Não entendo o porquê conheço pessoas que já conhecia de outras vidas, ou conheço pessoas que aparentemente não me acrescentam nada.

Ainda demoro a digerir o porquê mães perdem seus filhos, seja quando ainda estão gestando, ou quando para o mundo já foram criados. O porquê injustiças acontecem, pessoas nos magoam, pessoas nos amam de uma forma que não conseguimos retribuir, ou por que elas simplesmente nos tocam por nos confrontar e fazer com que sintamo-nos especiais.

Realmente muitas coisas eu não entendo. Mas sei que o tempo irá responder, seja amanhã, daqui a alguns anos, ou quem sabe em uma próxima encarnação. Lembra da célebre frase “Só sei que nada sei”? Então, um dia certamente saberei. 

Andréia Homem

Anúncios

Eu sobre o meu ponto de vista!

Ela precisa de tão pouco para sorrir e demonstrar felicidade verdadeira.
Ela sabe o que quer, é determinada, mas vive em dúvida.
Ela canta sem saber cantar, brinca como se fosse uma criança, fala sem parar.
Ela demora para esquecer, mas perdoa com facilidade, mesmo quando não quer perdoar.
Ela dança como se fosse a única pessoa no mundo.
Ela ama música: brega, nacional, internacional, pop, infantil, latina, instrumental, antiga, boa e ruim.
Ela enxerga além do aparente.
Ela é viciada em comprar livros e ver filmes de comédia romântica com final feliz.
Ela é tanta coisa e ao mesmo tempo não é nada.
Complexa, mas tão simples.
Ela chora, muito!
Mas ri o dobro.
Ela nunca é  a mesma pessoa. Mas possui a mesma personalidade.
Ela impressiona e decepciona.
Ela é espontânea, mas tão controlada.
Ela é generosa, prestativa, mas muitas vezes egoísta.
Tem gênio forte, dramática, em contra partida é compreensiva e faz de tudo para terminar qualquer conflito.
Ela tem aversão a todo tipo de briga e agressão.
Não é magra e nem gorda.
Ela come porque esta feliz, triste, ansiosa, sem ter o que fazer.
Ela adora comer comidas saudáveis e naturais.
Ela ama bichinho de pelúcia e animais.
Gosta tanto de sapo que imortalizou sua devoção em sua pele.
Ela sempre busca conhecimento onde as pessoas não vêem nada.
Quer evoluir, melhorar, sentir, viver.
Ela quer que você ligue, que faça carinho, que demonstre amor, que abrace, beije, mas não em excesso.
Ela aprecia a sinceridade, a verdade e abomina as mentiras.
Ela pensa tanto e observa idem.
Ela é essa inconstante e variável, que vai da simplicidade ao extremo da complicação; um problema de fácil solução, mas que poucos conseguem lidar.
É amiga, leal, companheira, parceira, mãe e mulher.
É tão segura de si que duvida disso.
De tão incompreensível chega a ser um mistério. Embora é só olhar e verá o quanto é transparente.
Se ela não se entende como você irá entender?
Ela pode ser louca, legal, chata, mas ela é ela e nada vai mudar isso, mesmo que alguém queira, ou ela mesmo tente disfarçar.
Ela escreve porque esta tentando te falar coisas em que você teima em não perceber!