Término

É engraçado como as coisas simplesmente acabam. Tudo tem um fim. Ou não?

Isso me gera um pânico, será que tudo realmente acaba?

A felicidade de um companheirismo?

A dor de uma separação?

A cumplicidade de duas amigas?

O respeito fundamental de qualquer relação?

Ou o mundo esta muito efêmero em suas emoções, ou as pessoas não sabem separar o verdadeiro da empolgação.

O filme acaba. As séries que as vezes duram décadas, acabam. O livro acaba, mesmo quando tem volume 1, 2 ou 3. Casamentos acabam. Até as vidas de pessoas, animais e plantas acabam.

Acho que o maior medo é não sabermos aproveitar enquanto vivemos tal experiência, pois adiantamos seu término com receio que ele chegue rápido demais.

Será que existe algo eterno? Será que é falta de determinação para fazer as coisas durarem? Ou será que viemos a terra para ter pequenas porções de variadas experiências que vão enriquecer nosso ser?

Enfim, “que seja eterno enquanto dure” e bom o suficiente para deixar ótimas recordações.

A.H.

É que as vezes bate uma revolta!

É desesperador quando tem muita gente ao seu redor desejando que você perca a batalha na guerra pelos seus sonhos e objetivos.

Dói não ser levado a sério e ser posta sob constantes pensamentos negativos e pessimistas que sugam sua vontade e fervor na hora da luta.

É tão difícil ver contradições e atitudes burras e não poder fazer nada. É tão difícil não permitir que essa nuvem negra te envolva e te derrube.

Quantas vezes não me senti bem vinda em um lugar ou com as energias sugadas em outro, sempre sob olhares inquisidores e derrotados que assustam.

Hoje estou me sentindo fraca diante de todas essas pessoas. Hoje sinto que a energia esta esvaindo do meu corpo. Hoje sinto vontade de chorar pelo egoísmo alheio e suas malévolas. Hoje eu só queria gritar o FODA-SE para o mundo e viver minha própria vida sem dar explicação para ninguém!

Eu só queria entender o porquê as pessoas desistem de coisas que dariam muito certo, o porquê as pessoas ignoram os desafios e não acreditam naqueles que não temem ser desafiados. Eu só queria entender o porquê eu fico justificando as minhas atitudes, como se eu tivesse que me provar algo?

Estou a ponto de cortar um laço que poderei não unir novamente.