Ela só precisa de um tempo

Os primeiros sintomas físicos que a alma produz no seu corpo, quando ela não esta bem, é um forte aperto no coração. Mas não para por aí, logo em seguida vem a dor no estômago, a perda do apetite, lágrimas fora do controle e a falta de ar. Nossa a falta de ar é a pior parte, temos a sensação que vamos morrer.

Choramos tanto que passamos a não entender porque estamos chorando. É tão louco que desejamos que as lágrimas sequem, que a dor passe, que o pulmão volte a funcionar, que a vida volte a ser o que era antes. Antes dessa dor, desse desconforto, dessa decepção, dessa vontade de por um fim em tudo.

Claro, sofrer faz parte do aprendizado. Dizem até que a dor nos faz amadurecer. Mas jura que precisava doer tanto? Não vejo necessidade de se chorar por tudo, de perder a vontade de sorrir, de ficar sem ar, de achar que a vida acabou só porque a alma está sentindo dor.

Dor física não dói tanto quanto dor na alma. Dói duas vezes mais quando a alma esta triste. Ela tem um poder sobre nosso corpo, que é incrível. Se ela esta feliz, BOOM, o corpo fica feliz, a cútis fica uma beleza, mas se ela esta triste, pronto, temos vontade de nos esconder do mundo, nos sentimos feios, inseguros, burros, sem forças. Como pode a alma nos tirar a força?

Começo a acreditar que a alma é a nossa força. É ela quem decide tudo. É ela que nos faz crer e descrer. É ela que cuida das decisões na hora do dilema. É ela que nos guia para o caminho que ela acha que é o melhor. É ela, sempre ela.

Sabe o que é mais engraçado? A alma nos tira a força e é ela mesmo que nos devolve. Ela só precisa de um descanso. Precisa parar para respirar. Parar para entender. E por isso suga o nosso corpo. Quando ela esta bem, o nosso corpo volta a ficar bem. Voltamos a respirar, paramos de chorar, a dor no estômago cessa. Ah e o apetite? Ele volta mais forte do que nunca, parece até que ele sabe que não foi bem alimentado.

A alma só precisa de um tempo. Pessoas ansiosas como eu têm certa dificuldade em dar esse tempo. Quero tudo para o dia de ontem e então procuro diversas maneiras de burlar esse tempo. Dormi 14 horas e ainda me sinto um pouco estranha. Pelo menos o corpo voltou a funcionar. O desespero de ontem tornou-se a calmaria do pensamento de hoje. Já não sinto mais vontade de chorar. Minha alma não esta completamente conformada com a dor, mas ela só precisa de um tempo. Sei que vai passar.

Andréia Homem

15/04/2010

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s