Confissões de uma aluna em crise

Ultimamente eu tenho me pego lamentando a minha falta de interesse por determinadas disciplinas na época da escola. Tenho arrancado os cabelos pelo conhecimento não  adquirido, que desperdicei decorando questionários e parágrafos dos livros.

Eu sempre tive problema com a memória, geralmente a minha só funciona com o que não presta, então sempre tive dificuldade de lembrar histórias muito grandes e coisas do gênero. Só por isso você já pode perceber os meus principais problemas: História, Geografia, Ciências, Português e Redação (quando redação era ler livros e fazer provas sobre eles).

A matemática para mim era lógica, de fácil compreensão e resolução. Era bem objetiva, ou seja, eu tirava de letra. Mas o que eu precisava discursar muito acabava com os meus neurônios. Pensava: não vou precisar delas de novo, então decora e passa.

Grande erro, hoje eu preciso dessas disciplinas mais do que nunca. Escolhi cursar Comunicação Social com habilitação em Jornalismo e o que mais me fez falta foram o Português, a Redação e a maldita História. Arrependimento número um do meu desleixo com tais matérias, afinal tive que me desdobrar para acompanhar os professores universitários!

E como errar é humano repetir a mesma “mulice” na faculdade. Passei pelas teorias da comunicação, inacabáveis por sinal – sim, porque tinha Teoria I, Teoria II, quando você achava que tinham acabado elas só tinham se disfarçado com outro nome: Política da Comunicação, Comunicação de Massa, Cultura das Mídias e Comunicação e Novas Tecnologias, e só passei, não guardei todos os textos e muitos menos todos os conteúdos.

Nessa época claro que pensei de novo: não vou usar isso para mais nada! Arrependimento número 2, minha monografia, que é sobre o Twitter como ferramenta da Comunicação Empresarial, me faz recorrer a esses conteúdos, que não foram registrados na minha memória, o tempo todo.

Sim, calouros da faculdade, alunos da escola, não se desfaçam do material que os seus professores indicaram. Ele será muito utilizados no futuro, quando você precisar realizar um trabalho acadêmico que definirá o seu futuro profissional e estiver perdido não sabendo por onde começar!

Anúncios