O Fábio e ela…

dia-da-mulher-músicaO que é que há? O que é que tá se passando com essa cabeça? Porra Fábio, se eu te falasse tudo o que está passando na minha cabeça, você escreveria um CD inteiro e ainda assim não iria entender. O que é que há? O que é que ta me faltando prá que eu te conheça melhor? Talvez eu saber quem eu, realmente, sou. Que tal? Como conhecer melhor alguém que não se conhece? Prá que eu te receba sem choque, prá que eu te perceba no toque das mãos, o teu coração… Não consigo controlar essa eletricidade do meu corpo, quando te vejo sai faíscas! Você não precisa tocar o meu coração, você já toca o meu pensamento. O que é que há? Porque é que há tanto tempo você não procura meu ombro? Porque será? Vou ser sincera, estava obcecada com o novo DVD do Roupa Nova, não fique chateado, você sabe que sempre volto para você. Porque será? Que esse fogo, não queima o que tem prá queimar? Que a gente não ama o que tem prá se amar, que o sol tá se pondo, e a gente não larga essa angústia do olhar
Há! Haaaá!
Porque nós temos medo, lembra? Temos medo de ser espontâneos, temos medo de com isso nos magoar. Nós dois temos esse mesmo medo, esses mesmos traumas! Terapia na gente. Telefona! Não deixa que eu fuja, me ocupa os espaços vazios, me arranca dessa ansiedade, me acolhe, me acalma, em teus braços macios, macios!… Eu vou telefonar, não quero que você fuja, mas tenho receio de te sufocar. O que é que há?O que é que ta se passando com a minha cabeça?Não, eu não sei, não!O que é que há?… Se você não sabe, como eu vou saber?! Já tenho problemas demais tentando descobrir o que se passa com a MINHA cabeça. Telefona! Não deixa que eu fuja, me ocupa os espaços vazios. Me arranca dessa ansiedade, me acolhe, me acalma, em teus braços macios, macios!…O que é que há? O que é que há? O que é que há? De errado nisso?! É que se eu telefonar, você vem, me seduz com essas palavras, enrosca no meu pescoço, dá um beijo no meu queixo e me faz gemer,  depois diz com a cara mais lavada do mundo Eu não abro mão… Nem por você, nem por ninguém, eu me desfaço dos meus planos. Eu sei que você não é o meu príncipe encantado no cavalo branco, nem um camaro amarelo você tem!  Não espero nada da gente. Sei que é só mais uma experiência (prazerosa por sinal) e por isso mesmo, não se admire se um dia um beija-flôr invadir, a porta da tua casa, te der um beijo e partir… Fui eu que mandei o beijo, que é prá matar meu desejo. Afinal, você é para mim, o que tem que ser: o beijo quente, a transa maravilhosa, a conversa amiga, a gargalhada gostosa… E eu não posso reclamar de nada… tá bom do jeito que está! Ninguém entende isso… Mas também, como entender essas mulheres que conversam com a música?”

Anúncios

Um pensamento sobre “O Fábio e ela…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s