E no Dia dos Namorados…

saudadeHoje, especialmente, hoje, eu queria te encontrar.

Chegaria sem falar nada, te agarraria e beijaria.

Um beijo igual aquele dos Arcos da Lapa, intenso, apaixonado, excitante, cheio de saudades.

É, aquele mesmo, que nós trocamos na frente de milhares de pessoas no sábado de carnaval.

Então eu iria embora, rápido, sem olhar para trás, só para não ouvir você dizer que não!

Só para não perceber a ausência de paixão em seu olhar.

Só para não encarar a realidade que a razão vem impondo sobre mim.

Hoje, especialmente hoje, eu queria ouvir você cantar nos meus ouvidos a música “Olha” do Roberto Carlos.

De novo, igual naquela noite que passamos juntos, com os corpos entrelaçados.

Hoje, especialmente, hoje, eu te queria perto de mim mais uma vez.

Queria aquele abraço forte, que me passa uma segurança inigualável.

Queria aquele seu sorriso e olhar apaixonado.

Queria até assistir suas atrapalhadas, todo enrolado, contando histórias, querendo saber mais sobre mim.

Hoje, especialmente, hoje, eu queria voltar no tempo.

Viver tudo outra vez.

Esquecer que já não pertencemos mais um ao pensamento do outro.

Hoje, especialmente, hoje, eu queria ser afinada e poder cantarolar no telefone para você, que você tem todas as coisas, que um dia eu sonhei para mim. A cabeça cheia de problemas, não me importo, eu gosto mesmo assim.

Hoje, só hoje!

Olha, você vive tão distante, muito além do que eu posso ter…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s