Lembranças

lembre-seE quando algo leva meu pensamento até você tudo em mim transborda na alegria do que fomos, nas lágrimas de tudo o que deixamos de ser. 

Definir tanta confusão é o mesmo que tentar entender os sentimentos que nos une, ou a frustração que nos separa.

Sempre fui sua de uma forma tão única, que hoje me perco ao tentar ser eu mesma.

Isso, porque só perto de você fui capaz de confiar em mim.

Hoje, triste diante da incerteza de um amanhã compartilhado, me apego em qualquer momento de beijo, de choro, de palavras.

E, como numa provação sem fim, sou surpreendida por uma cena, uma frase, um som qualquer, que me joga de encontro as lembranças do teu jeito.

Me lembra o que não chegamos a ser. E dói.

Dói porque o prazer é egoísta e eu fui forçada a te ceder.

Te entreguei.

E me perdi. Aqui, sozinha. Inebriada pelo amor que criei.

E que hoje, ausente de qualquer controle, me paralisa.

Anúncios

Um pensamento sobre “Lembranças

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s