Goodbye My Lover. Goodbye My Friend.

adeusUma vez você me abraçou de conchinha, bem forte, como se quisesse segurar não só o meu corpo, mas aquele momento também. Eu estava de costas para você abraçando o seu abraço e você falou em meu ouvido que um dia nos casaríamos.

Ao invés de continuar encarando aquela parede branca e chapiscada, o calor da sua voz declarando o meu maior medo naquele dia frio me fez, pela primeira vez, fechar os olhos e desejar de verdade, com toda a força da minha Fé, que nossa união se realizasse. Eu acreditei naquele sentimento espontâneo e tão natural. 

Quando você me disse que preferia que fosse eu a grávida, secretamente, eu desejei a mesma situação. Mesmo que fosse loucura, porque estávamos juntos há pouco tempo. Mesmo assim eu me peguei questionando Deus, o porquê de não ter sido comigo.

Porém ao afirmar para mim que nós não seguimos com a nossa relação, porque não era para ser. Porque você fez o que achava certo, e não era para acontecer naquele momento. Eu desejei nunca ter te conhecido, Cacá.

Não foi o destino que nos separou, ele que nos uniu.  Nem as provações que apareceram em nosso caminho. Foi você que não quis encarar. Foi você que escolheu. Não era para ser, porque você não estava certo se era isso que queria enfrentar.

Hoje eu sei que você não casou com ela porque a amava. Durante muito tempo me martirizei com essa possibilidade. E sofri muito. E me senti mal. Inferior. Burra. Incapaz.

Não foi amor, foi medo. Foi o medo que fez você se afastar de um compromisso comigo, embora seu sentimento sempre mantivesse seu corpo junto do meu. Foi medo você decidir se casar. Você não estava preparado e escolheu não o certo, porque você sabe que foi um erro, você escolheu o que traria menos dor.

É mais fácil conviver com o que já se conhece do que se entregar para algo novo e sentir a dor de amar mais uma vez e correr o risco de se ferir e ferir o outro, os outros.

Demorei para entender tudo isso. Me apeguei a ideia de que ficaríamos um dia juntos. Só que, na realidade, jamais seremos só Nós. O Nós de uma entrega verdadeira. O Nós sem mágoa. O Nós que acreditava um no sentimento do outro. O Nós com fôlego suficiente para de mãos dadas enfrentar os desafios de uma família não padronizada.

Nossas escolhas criaram caminhos distintos e lamento não termos vivido o que deveria ter sido uma linda história de amor e superação.

Desejo que você consiga ser feliz com a vida que tem pela frente e que não lhe falte oportunidade de amar e se deixar ser amado.

E que nesse lugar que vou recomeçar minha própria vida, eu possa conviver com essa escolha de, agora, fazer o que acho certo para mim.

Goodbye my Lover. Goodbye my friend. You have been the one. You have been the one for me.

Com amor, Nina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s