Só mais 5 minutinhos…

ressaca mulherQuando um homem fala para você “levanta, vai passar um café, pentear essa juba e lavar essa cara!” é porque a coisa não está boa para o seu lado. Mesmo assim eu me recusei a levantar, o dia seguinte estava muito pior do que a noite anterior.

Não foi como nos filmes de comédia romântica: “Ai meu Deus estou apaixonada pelo meu melhor amigo, lembranças de nossos momentos surgem na minha cabeça, a trilha sonora romântica toca, a gente se olha diferente e descobre que sempre se amou”.

Na verdade o dia seguinte foi bem pior. Eu senti uma ressaca moral absurda. Como que eu estava sentindo aquilo pelo meu melhor amigo?! Eu não podia fazer isso, era uma traição à nossa amizade. Não sabia como lidar com essa situação. Eu só queria me esconder. Se eu pudesse me escondia embaixo daqueles quatro travesseiros da cama, mais os dois cobertores.

Só que para minha alegria Rafa tava ali, na beirada da cama, me perturbando para levantar.

_ Deixa eu dormir RAFAEL!

_ Não, levanta agora!

Olhei para ele de rabo de olho, mal podia encará-lo. Assoprei os fios de cabelos que escondiam minha boca e senti aquela vontade iminente de fazer xixi, maldito vinho!

_ Tá bom, você venceu. Dá licença, Cupcake!

_ Eu venci não, sua bexiga venceu, agora vá logo, que eu estou fome. Faz aquele pão de queijo de frigideira para mim, por favor? Faz faz faz! – Rafa irônico e depois fazendo carinha de cachorro pidão.

Cupcake era o nosso código para vontade de fazer xixi. Tudo começou quando eu estava quase urinando pernas abaixo dentro do carro dele, isso porque o neurótico não deixou eu usar o banheiro químico da festa, pois eu podia contrair uma doença. Muito zeloso da parte dele, só que eu estava quase contraindo era uma sistite depois de tanta cerveja e espera para urinar. Enfim, comecei a surtar dentro do carro e ele falou para eu pensar em outra coisa, _ humm pensa em Cupcake! _ Cupcake?! Sério criatura?! _ Aham! (tá funcionou)

Me olhei no espelho e tomei um susto, eu estava um Panda. Rímel e lápis delineador tornaram-se uma imensa olheira em forma de mancha preta. Só vou comentar uma coisa sobre meus cabelos, eles são cacheados. “Gosto muito de você leãozinho..”

Dei uma ajeitada na cara de ressaca moral e fiz um gargarejo com o enxaguante bucal que “clareia seus dentes em apenas uma semana”. Era minha última alternativa para tirar o roxo dos dentes e dos lábios. Maldito vinho!

Quando saí do banheiro Rafa já estava prostrado no sofá, com o celular na mão, gargalhando com um desses programas idiotas, onde todo mundo se machuca e passa vergonha. Ah, sim, e que só os homens acham graça. Se eu não me engano o nome era Parto…alguma coisa. Sério, BEM idiota. Bem chato e com uma voz BEM irritante!

_ Jura que você acha graça nisso?

_ Ô pentelhinha, preferia estar saboreando o pão de queijo, mas você tá aí cheia das ressacas e nem me dá atenção.

_ Tá bom Rafa, tá bom. Vou preparar, mas você vai passar o café.

_ É, né. Gostava mais quando eu era visita aqui e você ainda queria me impressionar.

_ Eu também.

Rafa me olhou desconfiado, fez um biquinho e coçou a barba.

_ Nanna, agora que você parece acordada, que tal me contar exatamente o que aconteceu ontem. Porque eu sei que você não estava passando mal, embora ainda não tenha encontrado um motivo que justifique você fugir tão rápido da festa e me arrancar dos braços daquela surfista tão lindinha.

culpadaAi meu Jesus! Senti todo o meu corpo gelar e o coração parar. De repente veio uma quentura, que subiu do pé até a cabeça. Sabe quando você está prestes a fazer uma besteira e alguém te pega no flagra? Tipo você, o cordão de 15 anos roubado do porta jóias da sua mãe e a mesma perguntando “tá fazendo o que aí mocinha?”. Ou então quando você curte sem querer uma foto no instagram de uma pessoa, que não segue, e que você só estava fuxicando? Pois é, meu mundo girou. Acho até que minha boca abriu, me deixando com aquela cara da culpa. Primeiro, como assim surfistinha linda? Ela era super sem sal. Coloquei os ingredientes que tinha pego na geladeira em cima da pia. Respirei fundo. Olhei bem dentro dos olhos do Rafael e disparei.

_ Então, Rafa, é que…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s