O NOVO ESTAVA EM MIM

Antigamente eu achava que abrir espaço para o novo era desapegar e ir para a próxima.

Agora eu sei que deixar o novo entrar é romper o ciclo, quebrar um padrão de anos, parar de fazer a mesma coisa, pensar a mesma coisa e buscar, inconscientemente, as mesmas pessoas.

Só porque algumas pessoas são diferentes fisicamente, não significa que divergem na essência.

Existem muitas pessoas que por dentro são iguais, mas seus rostos e falas parecem diferentes.

O engraçado nisso é que o novo não estava nos outros, estava em mim.

EU precisava abrir espaço EM MIM para uma vida nova.

Uma vida onde eu me veria diferente, me perceberia diferente, me aceitaria como sou, me amaria por completo.

Nessa vida nova não haveria espaço para pouco, só para a abundância.

Passei a querer tudo o que podia. A não desejar menos do que merecia.

Abandonei crenças, mudei perspectivas.

Então o velho naturalmente se afastou.

O ciclo passado se fechou.

E um novo ciclo começou.

Um ciclo mais tranquilo, prazeroso e realizador.

Um ciclo onde eu sou a minha própria prioridade.

Foi só eu descobrir o quanto eu valia, que o que não era meu evaporou.

E assim abri espaço para o novo.

Abri espaço para a minha felicidade.

Abri espaço para o amor.

Hoje eu te garanto, ao me amar primeiro posso, de maneira honesta, amar o outro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s