Idiota.

mulher-na-internet“O que começa errado não acaba certo”, Anna leu na matéria do site Administradores. “Hum, nós não começamos errado, ou começamos? Dizem que devemos nos casar com o nosso melhor amigo. Se os que estão por trás do “dizem” estiverem com a razão eu peguei a via expressa do caminho certo.” – Suspirou, refletindo.

Eu preciso parar de nutrir esses sentimentos e pensamentos. Ele é meu amigo. Ele me enxerga como uma Samambaia. Talvez um chocolate suiço vestido de samambaia. Não importa. Ele não aparece aqui em casa há uma semana. Pode ter percebido alguma coisa. Tomara que não.

Se a lei da atração no Universo funciona, esse momento é configurado como a prova viva. Um sobio de passarinho adentrou o ambiente, era a notificação do celular dela informando que uma nova mensagem no whatsapp chegava.

_ “Oi lindinha sumida, vai fazer o que hoje?!”.

“Ah não, com tanta loucura passando pela minha cabeça esqueci completamente do Lê”, Nanna lembrou, colocando a mão esquerda sob a testa.

Leandro era o ficante casual que preenchia os momentos de carência de Anna. Depois do último relacionamento complicado que viveu, ela decidiu manter um “encontro casual” para os momentos de TPM e solidão profunda. Ele era atencioso, carinhoso e uma companhia bem agradável. Ela gostava dele.

Mensagem para Lê:

_ “Oi Lê, não sei ainda, como você está?!”

Mensagem para Anna Lindinha:

_ “Com saudades. Vamos comer um japa hoje? Te busco as 20h.”

Droga. Não sei se quero. Embora preciso dar um tempo de pensar nessa novela mexicana. Não, não posso sair com uma pessoa gostando de outra. Ou posso?! O que fazer meu Deus?! Me dá um sinal!

Assobio de passarinho. Mensagem para Nanna Pentelha:

mulher-chocada-blusa-vendo-tablet_ Pentelhinha não sabia que seria tão fácil. É hoje! – Imagem carregando – Print de uma conversa com a loura sem sal. Infarto. Pernas tremendo. Sensação de Desmaio. – eles tinham marcado SEXO, na casa dela, mais tarde.

Não, o IDIOTA não percebeu o que eu sinto por ele. Ahhhh. Que o símbolo de masculinidade dele caia e jamais levante. Filho da mãe. Que raivaaaa!

Mensagem para Rafa:

_ “Parabéns, você é um idiota! Não esquece do viagra, vai precisar.”

Mensagem para Nanna Pentelha:

_ “Anh?! Eu ein! Preciso nada. Ei, por que você está me xingando? Smile confuso.”

Mensagem para Rafa:

_ “Smile revirando os olhos. Esquece Rafael. Tô ocupada. Tchau.”

ÓDIO. QUE ÓDIO. Garota BURRA. Burra. Burra.

Mensagem para Lê:

_“Combinado Lê, te vejo as 20h. Emoticon de marca de batom vermelho.”

Mensagem para Anna Lindinha:

_ “Vem com aquela lingerie branca que te dei de aniversário, já estou com saudades dela também”.

Mensagem para Lê:

_ Smile pmalévolaiscando. Smile com carinha de diabo feliz.

Anna desatou a chorar. Não sabia se era de raiva. Se era de ciúmes. Ou se era por se sentir incapaz de lidar com essa nova situação. Incapaz de se fazer enxergar como mulher para ele.

Soluçando enxugou as lágrimas. Era hora de superar aquilo. Decidiu depilar as pernas e limpar a sobrancelha, sua noite seria longa, agitada e se tudo corresse bem, voltaria com um chupão gigante no pescoço e os hormônios mais equilibrados.

Anúncios

O teu olhar me revela.

127394_129205-labrador-filhote-macho-chocolate[…] Olhei bem dentro dos olhos do Rafael e disparei.

_ Então, Rafa, é que… eu não entendo como você pode preferir ficar com essas meninas bolacha de água e sal, se poderia se deliciar com um chocolate belga. – Fiz uma cara de superior descolada.

_ Como assim Anna?! – Rafa fez aquela carinha de  cachorro confuso, quando inclina o rosto e arregala os olhos. Aqueles olhos amarelos intimidadores, que estavam me derretendo por dentro.

Suspirei alto. Por que meu Deus gostar dele?! Logo dele! Um canalha em potencial.

_ Ah Rafael, não acho que você tem que se envolver com esse tipo de mulher. E ela nem era tão bonita assim, super normal.

Rafael gargalhou com tanta força que pensei que estava engasgando. Pegou a leiteira que já estava com a água fervendo e derramou no pó de café já posto no coador. Continuou gargalhando. QUE ÓDIO!

_ Tá rindo do que?

_ De você!

_ De mim?! Tá louco Rafael?ginecologista-homem-ou-mulher-5

_ De você aí cheia de ciúmes.

Travei.  Não sabia o que sentir. Sim era ciúmes. Sim eu queria enfiar a cabeça daquela garota dentro do vaso sanitário. Sim eu preferia que ele vivesse eternamente solteiro, se dedicando só para mim. Droga. Droga. Droga. Não sei o que responder.

_ Pronto, ficou maluco de vez. Ciúmes de você Rafa?! Só quero o melhor para você. Porque eu me importo e me preocupo. Você sabe o quanto gosto de ti, cabeça.

_ Pois é Nanninha do meu coração, estou começando a achar que você está preocupada demais. Que gosta mais de mim do que está dizendo.

Eu não sabia o que responder. Não sabia mesmo. Fiquei imóvel. Olhando para a frigideira enquanto derramava a mistura de pão de queijo. Logo eu, a rainha das palavras, sem nada preparado para me defender. Ele tinha razão. Mas como é que notou tão rápido? Será que eu já estava demonstrando isso antes da festa, sem perceber?

_ Ai cacete!

_ Não era bem a resposta que eu esperava. Mas…

_ Me queimei Rafa. Droga. – Obrigada Deus pela saída de emergência, preferia não sentir tanta dor no dedo, mas você me tirou da saia ajusta.

Corri para a pia e liguei a torneira. Deixei a água corrente gelar o meu dedinho que estava muito quente e já avermelhado. Fiquei dando pulinhos de dor e choramingando. Sou bem infantil nessas horas.

_ Deixa eu ver, vamos passar alguma coisa para não dar bolha. Tem manteiga aí?

_ Você não vai passar manteiga no meu dedo RA-FA-EL!

Teimoso que só, ele pegou a manteiga na geladeira. Tirou um pouco com a espátula e massageou meu dedo delicadamente. Olhei para ele enquanto fazia isso, era tão seguro e protetor.

_ Pronto Pentelhinha. Já já passa a ardência!

Rafa soltou minha mão e sorriu. Virou de costas e foi até o fogão virar o pão de queijo, que já estava dourado em um dos lados. Um misto de amor e tristeza me invadiu. Enquanto observava ele fazendo isso, percebi que estava realmente apaixonada por ele. Que o queria na minha vida. Que o queria só para mim.

Ele voltou, colocou o pão de queijo no prato ao meu lado. Acomodou a frigideira dentro da pia. Chegou bem perto de mim. Acompanhei cada expressão do seu rosto, sem nem piscar.

tumblr_muki45mQrs1rhjyfjo1_500_ Ah, fique ciente que você é a MINHA mulher preferida no mundo. Não precisa sentir ciúmes, tá?! Diria até que você deve ser um delicioso chocolate, hummm, deixe-me ver, Suiço.- E beijou minha testa.

O meu corpo inteirinho gelou. Até o dedo queimado ficou frio. Meu coração pulsou com tanta força que acho que o Rafa pôde perceber, que ele saltava de dentro do meu peito. Minha respiração estava ofegante e com certeza minha pupila dilatada.

Ele pegou as canecas com café e o prato com o pão, e como se nada tivesse acontecido, sorrindo, bem tranquilo, se dirigiu para a sala.

_ Você não vem Pentelhinha?